top of page
  • sindufla

CARTA ABERTA À PREFEITURA DE LAVRAS

  1. Determine lockdown na cidade, por 15 dias, proibindo a circulação de pessoas para atividades não essenciais e a presença em espaços públicos como praças, quadras e pistas de caminhada;

  2. Proíba a prática de atividade física individual ou coletiva ao ar livre em espaços públicos;

  3. Instale barreiras sanitárias nas entradas da cidade, restringindo a entrada de veículos de outras regiões, tendo em vista o feriado prolongado em algumas cidades do RJ e SP que se aproxima;

  4. Viabilize a abertura de leitos clínicos, de UTI, a ampliação da testagem e mantenha estoque de oxigênio para garantir o abastecimento das unidades de saúde;

  5. Suspenda todas as atividades laborais presenciais não essenciais no município. A vida dos trabalhadores é mais importante que a produção de mercadorias. É preciso defender a vida de quem produz;

  6. Estabeleça políticas públicas para garantir a segurança alimentar e o emprego da população em vulnerabilidade social, sobretudo a atingida pelas consequências da pandemia.

  7. Fiscalize rigorosamente, estabeleça multa vultosa para quem desobedecer a ordem coletiva de uso de máscara em local público e o toque de recolher. A Prefeitura não pode negligenciar a situação em que vive. O governo federal não pode ser exemplo para a adoção de medidas na nossa cidade. Basta de negacionismo e irresponsabilidade. É preciso fazer diferente, demonstrar responsabilidade com o nosso povo. Medidas impopulares são necessárias no momento. A vantagem política deve estar afastada das decisões neste momento. Os próximos dias serão determinantes no combate à pandemia. Nossas recomendações estão fundamentadas, cientificamente, no parecer da Fundação Oswaldo Cruz - FioCruz que sugere o fechamento de todos os serviços não essenciais em Minas Gerais e em diversos outros estados por duas semanas. O colapso do Sistema de Saúde no Sul de Minas é iminente, uma vez que todas as grandes cidades da região estão com ocupação de leitos próxima ou superior a 100%. É preciso agir imediatamente para que a população lavrense não seja vítima da falta de leitos, situação que já ceifou a vida de milhares de brasileiros por todo o país. Quantas vidas valem 15 dias de fechamento das atividades? A vida dos lavrenses é o bem mais importante de nossa cidade! Dias melhores virão! Em defesa da dignidade dos Trabalhadores e Trabalhadoras, Sindicato dos Técnicos Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino de Lavras - Sind-UFLA

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page